Lutterbach - Fotografia Autoral

Este ensaio pré-casamento foi feito numa tarde inesquecível na Lapinha da Serra (MG), numa semana em que esperávamos por muita chuva, mas fomos presenteados pela mudança repentina do tempo. Ainda bem! As chuvas dos dias anteriores causou um pouco de apreensão mas, não sabíamos, ia acabar contribuindo para o verde ficar mais vivo e a água ser também uma protagonista nestas fotos.

Procuramos lugares belos para essas sessões, e se forem como esses que visitamos, melhor ainda, mas é nossa missão entender o motivo da escolha de determinado cenário, afinal, nossas fotos não são para uma revista, elas são para a memória de duas pessoas especiais e únicas, que estão começando uma caminhada juntos.

O Pedro nos contou:

"A Lapinha simboliza para mim um ambiente de conforto da alma, repouso mental e admiração da natureza. Pouco depois de começarmos a namorar, este foi o primeiro local para o qual viajamos juntos, e além disso, era a minha primeira vez no vilarejo.

Retornamos algumas vezes após este episódio, inclusive para realizar a travessia Lapinha – Tabuleiro, aventura que nos rendeu algumas lesões no joelho, rsrs! Mesmo assim, sempre esteve presente um sentimento muito especial.

A cada nova visita fico mais perplexo com toda essa beleza natural e a tranquilidade que sentimos, e por isso, a Lapinha se tornou um dos locais preferidos quando quero me desligar do mundo junto com a pessoa que amo."

 

 

 

 

 

Nossa história com a Amanda e o Pedro começou na reformulação da nossa identidade visual, que foi um processo muito incrível. A partir daí, fotografamos o casamento da irmã da Amanda, a amizade cresceu e novas oportunidades para encontros surgiram. Quando fizemos o ensaio dos dois na Tailândia, não queríamos apressar o casamento, nem dar essa ideia. Eles são lindos, estávamos todos felizes e num lugar especial, então fizemos. Hoje, podemos considerar aquelas fotos como um pre-wedding, por que não? Mas, nem sempre fotografamos casais que se amam só porque eles decidiram se casar. Fotografia é vida!

Foi natural, eles acabaram se casando, quase um ano depois daquele ensaio no templo Wat Arun. A vida pode ser surpreendente, e por isso é tão bom viver!

Vendo as fotos do casamento deles, dá uma sensação tão gostosa, que espero que as noivas todas busquem: simplicidade, mas com beleza e estilo, amor com altas doses de alegria e muito cuidado (carinho com todos) para que tudo aconteça com calma.

 

Olha só o que a Amanda escreveu pra gente:

 

"Pra gente só fazia sentido uma festa de casamento se ela não seguisse os protocolos tradicionais e fosse, sim, a nossa cara. E assim foi! Pelo menos é o que temos ouvido todos os dias: o casamento mais autêntico e diferente que os nossos convidados já foram :) 

 

Queríamos um dia leve e feliz, em que as pessoas mais importantes para nós, escolhidas para celebrar conosco este momento tão especial, ficassem bem a vontade para curtir o momento. 

 

Para isso, foram quatro meses (só isso!) intensos de organização para que essa energia tão importante  se refletisse em cada detalhe. Tivemos fornecedores sensacionais que compraram nossa ideia e tornaram tudo isso possível.

 

O Espaço Província deu o clima perfeito para um casamento de dia e o Atelier Flor da Pelle deixou ele ainda mais bonito, com uma decoração super inusitada, alegre e aconchegante. O Bravo Catering serviu um almoço dos sonhos, enquanto o Red Drinks inovou nas combinações e na forma de servir refrescando a todos, junto com os deliciosos gelatos do Capisco, em um dia de muito calor. Os bolos do O Granulado foram sucesso absoluto e os brownies da Baked deliciosos como sempre. A Pri Pêgo arrasou em uma beleza 'sem cara de noiva', enquanto o M. Daura Atelier (não por coincidência, minha melhor amiga) fez com o maior carinho do mundo o vestido sob medida para combinar com o tênis Kate Spade. A Nath Castro garantiu o clima com a música cheia de personalidade (sem nem precisar de funk e sertanejo rs), Gb Band animou a todos com um show incrível e a Iza apareceu de surpresa nos deixando ainda mais abismados com seu talento. O Kleber Kalvan emocionou a todos com uma cerimônia delicada e do nosso jeito e a Luíza Nassau Cerimonial comprou nossa ideia, juntou tudo isso e tornou esse dia possível de forma impecável. A Casa2 Design (que é nossa empresa) fez a identidade e papelaria do casamento mais importante de sua história :)

Por fim, o registro desse dia tão especial: Olga Filmes gravou tudo com seu olhar super delicado (estamos ansiosos pelo resultado!) e Fernando Lutterbach e André Usagi, nossos amigos/convidados/fotógrafos queridos, foram sempre nossa única escolha e, sem dúvidas, a melhor possível. O olhar único de vocês nos fazem relembrar cada momento e nos enchem de emoção a cada foto que vemos."

 

 

 

Queridos Carol e Fernando,

Quando Rodrigo me pediu em casamento, exatamente aí onde tiramos essas fotos, ele lembrou de Guimarães Rosa, que dizia que “felicidade se acha é em horinhas de descuido”.

Hoje, olhando para trás, percebo que um dos motivos por nosso amor ser tão grande e intenso, é exatamente isso: foram as horinhas de descuido o nosso bem mais precioso, fazendo da felicidade nossa rotina, independentemente do contexto em que estivéssemos.

E assim também foi o dia deste ensaio fotográfico, que capturou tanto a nossa essência, mostrando que nossa felicidade sempre esteve nesses pequenos momentos: uma pausa nos estudos, um abraço quentinho, uma passeio de carro, um ventinho no rosto... 

Foram muitas as horinhas de descuido e uma felicidade sem fim!

Obrigada Fernando e Carol, vocês são demais!

Um beijo,

Amanda.

casamento íntimo | Monique & Igor

03 de Fevereiro de 2017

Esse casamento é inspirador, lindo e emocionante. Vocês podem pensar assim, "ah, mas todos que vocês fotografam são, né?" Bom, sim, de maneiras diferentes... Alguns casamentos nos fazem recordar de algo que deveria ser premissa básica para todos os casais: suas próprias escolhas são aquelas que importam. Façam o casamento por vocês, da maneira que sonharem e puderem. Só não deixem de celebrar e marcar esse rito de passagem. Sejam felizes e aproveitem muito o momento, não importa se tem 8, 80 ou 800 convidados... Abram a cabeça para diferentes possibilidades, criem, inventem e fujam de modismo por modismo. Afinal, o que importam são os votos que trocamos e não onde, nem como e nem de que forma são compartilhados, não é mesmo?

Um viva para Monique e Igor!

<3

Making of dos noivos, cerimônia e jantar na Pousada Estalagem do Mirante | Brumadinho, MG

Fotos Fernando Lutterbach | todos os direitos reservados

Ceromonial: Jussara Couto | Vernier Cerimonial

Video: Coelha produtora 

Vestido: Ana França Atelier 

Beleza : Claudinha Goulart

Acessórios e alianças:  Vivara 

Traje do noivo: Tribeca

Decoração e buquê:  Joli Decorações

Buffet:  Pousada Estalagem do Mirante

Bolo e bem-casados: L'atelier du Sucre 

Música: Andre Luiz Grupo Musical

ID Visual: Bolacha Doce 

Celebrante: André Grandi

Este casamento tem história publicada no blog Berries and Love. Confira o post clicando aqui.

É impressionante como uma sessão de ensaio pode realmente sair do comum quando o casal se sente confortável e seguro para demonstrar quem é e o sentimento verdadeiro que tem. Claro que o primeiro passo é confiar em seu fotógrafo, mas a nossa sugestão de escolher a casa da família ao invés de qualquer outro cenário fez mais sentido para esses dois também.

Bem, a sugestão surgiu ao voltarmos ao nosso passado quando recordamos do nosso primeiro casal, super tímido, que sugeriu fazer o ensaio dentro do pequeno apartamento que eles compraram juntos. O cenário não importou tanto no momento, mas pensem nas recordações que terão! Hoje já não moram mais lá e terão para sempre registrado esse lugar onde começaram a vida. Depois desse primeiro ensaio, fotografamos nos mais belos lugares, tudo realmente incrível, mas nunca mais tínhamos feito outro parecido. Até agora.

Achar a luz certa, ter um lugar com janelas e pedir que o casal use as roupas deles mais confortáveis e simples, além de escolher os lugares da casa com menos distrações fazem parte da preparação para esse dia. Na hora, os dois foram agindo como se fosse mais um dia comum na vida deles e a mudança de ambiente foi muito importante pra gente ir contamdo essa história. Mas nada supera o que os dois entregaram para nós! Alegria, amor, descontração... a gente sente na pele a amizade dos dois e a felicidade do momento que estão vivendo. Eles foram eles mesmos e tiveram imenso carinho e respeito por nós.

O resultado vem daí também: a paixão entre os dois e o amor que temos entre nós 4 também. Por isso, afirmo mais uma vez aos casais: escolha e ame seu fotógrafo, se entregue! Vale a pena, né Marcella e Daniel? ;)

The Artist Guild of the Wedding Photojournalist Association WPS International Society of Professional Wedding Photographers